Rápido início de ação e alívio

O produto é caracterizado pelo seu rápido início de ação, estando indicado para o alívio de manifestações inflamatórias sensíveis aos corticosteróides e quando complicadas por infecção secundária causada por microrganismos sensíveis à gentamicina, ou quando houver suspeita de tais infecções. Estes distúrbios incluem: psoríase, dermatite de contato (dermatite venenata), dermatite atópica (eczema infantil, dermatite alérgica), neurodermatite (líquen simples crônico), líquen plano, eczema (inclusive eczema numular, eczema das mãos, dermatite eczematosa), intertrigo, desidrose (pompholyx), dermatite seborréia, dermatite esfoliativa, dermatite solar, dermatite de estase e pruridos anogenital e senil.

Risco do Medicamento

É contra indicado em pacientes com histórico de reações de sensibilidade a qualquer um dos seus componentes. Não é indicado para o uso oftálmico. Corticosteróides tópicos estão contra indicados em vacinia, varicela e tuberculose da pele.

Não deve ser utilizado durante a gravidez e a amamentação, exceto sob orientação médica. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se ocorrer gravidez ou iniciar amamentação durante o uso deste medicamento, como também o aparecimento de reações indesejáveis, como irritação ou sensibilização durante o tratamento, se está usando algum outro remédio. Nunca use medicamentos seom o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Modo de Usar

Aplique a quantidade suficiente do produto sobre toda a superfície atingida, duas vezes ao dia, pela manhã e à noite. Em alguns pacientes, o tratamento de manutenção ideal pode ser obtido com aplicações menos frequentes. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Não use medicamentos com o prazo de validade expirado. Observar o aspecto do medicamento antes de usar.

 

Efeitos Colaterais - Reações adversas

Informar ao médico o aparecimento de reações desagradáveis como: ardência, prurido, irritação, ressecamento, foliculite, hipertricose, erupções acneiformes, hipopigmentação, dermatite perioral, dermatite de contato. Os efeitos colaterais mais frequentes com o uso de curativos oclusivos incluem: maceração cutânea, infecção secundária, atrofia cutânea e miliária. O tratamento com gentamicina pode produzir irritação transitória (eritema e prurido) que em geral não requer descontinuação do tratamento.

Superdosagem

O uso prolongado e excessivo de corticosteróides tópicos pode suprimir a função do eixo hipófise/supra-renal, resultando em insuficiência supra-renal secundária. Uma superdose isolada de gentamicina em geral não produz sintomas. O uso prolongado excessivo de gentamicina tópica pode levar ao crescimento de lesões por fungos ou bactérias resistentes. Indica-se o tratamento sintomático adequado. Sintomas de hipercortisolismo agudo são geralmente reversíveis. Caso necessário, tratar o desequilíbrio eletrolitico. Em casos de toxicidade crônica, é recomendado a retirada gradativa do corticosteróide. Recomenda-se também o tratamento antifúngico ou antibacteriano adequado em caso de crescimento de micro-organismos resistentes.

Todo medicamento dever ser mantido fora do alcance das crianças.